Itaquitinga: O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Itaquitinga - CMDRSI, se reúne para discutir como será a eleição dos novos conselheiros para o novo biênio 2015/2017 no dia 21 de maio de 2015

Itaquitinga: O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Itaquitinga - CMDRSI, se reúne para discutir como será a eleição dos novos conselheiros para o novo biênio 2015/2017 no dia 21 de maio de 2015

Os atuais conselheiros do CMDRSI - Concelho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Itaquitinga-PE, se reuniu nesta quinta feira(30), as 9:00horas,  na Câmara de vereadores para discutir os rumos do conselho o assunto em pauta foi a questão dos projetos elaborado por associações rurais ligadas ao conselho municipal em especial aquisição de "TRATOR" requerido pela Cooperativa Agropecuária Docelina Afolador, segundo representante ainda não fomos contemplados devido a falta de uma documentação mas  já estamos providenciando. Afirmou Severino Otávio e Ivaldo.
Quanto a associação de Chã de Sapé, o problema  também é na  documentação mais já estamos providenciando falta só alguns detalhes para ser concluído para adquirirmos esse projeto de um "POÇO" artesiano para suprir a falta d'água na vila . Afirmou o representante da Associação Bebel.
Questionada em sua fala a coordenadora Dese Rocha, sobre a  eleição do conselho, ela afirma que para haver eleição do novo biênio do conselho  2015/2017, todas as associações estejam presentes e se lance candidatos,  a data escolhida em assembleia foi 21 de maio de 2015. e que será lançado um edital de convocação para que todos tome conhecimento.
Diversos assuntos foram tratados como a questão da moradias rural e urbana no município, o representante municipal e responsável pelo projeto "MINHA CASA MINHA VIDA", explicou o poque a demora da entrega dessas casas no município de Itaquitinga, já que algumas já estão concluídas, segundo Sr. Antonio Fontes responsável por esta pasta no município, a questão é que a parceria entre as esferas governamentais União, Estado e Município, está parada, e por causa disso estamos com dificuldades para concluirmos as obras pendentes. Afirmou.